Moda e Estilo Sexo e Relacionamento

3 mentiras sobre o sexo anal em que muita gente ainda acredita

Mentiras sobre sexo anal
Publicado por Tony Carvalho

O sexo anal ainda é muito relacionado a mitos e opiniões incorretas.

A desinformação faz com que, especialmente, muitas mulheres tenham medo e se sintam intimidadas quando o assunto é penetração anal.

Vamos lá então, quais as três mentiras mais comuns sobre sexo anal e… qual a verdade…

 

As 3 mentiras sobre sexo anal! E uma verdade.

Sexo anal dói – Mentira!

Na verdade, sexo anal não precisa doer.

Frequentemente, só dói porque é feito de forma errada. Muitos homens inclusive acham extremamente prazeroso criar condições para que doa em que está sendo penetrado. A expressão de dor é muito estimulante para o homem enquanto ele penetra e bomba.

Para que doa menos, comece devagar, abuse na lubrificação (homens em geral odeiam excesso de lubrificação, mas chegue em um acordo com o seu).

Você pode também, com o ânus devidamente lubrificado, começar inserindo objetos menores, dedos, etc… Pois o ânus é extremamente elástico, e pode ir se ajustando até a penetração do pênis.

Outro ponto importante, em especial para homens passivos, é a direção (ou posição) em que o pênis é introduzido. Cada pessoa sente menos dor em certas posições, não há um consenso absoluto. Mas o que se deve observar é que o pênis deve ser introduzido em direção aproximada do umbigo.

Assim, a posição de quatro ou sentada (o coqueirinho) podem ser menos doloridas. Ou nada doloridas.

 

3 mentiras sobre o sexo anal em que muita gente ainda acredita Moda e Estilo Sexo e Relacionamento

Sexo anal é sujo – Mentira!

Este é outro grande equívoco sobre sexo anal.

Na verdade, o ânus e a parte inferior do reto contêm muito pouco material fecal, o que significa que tende a não ser tão sujo quanto você pensa.

A questão de higiene pessoal reflete em qualquer tipo de sexo. Todo mundo sabe que a vulva/vagina, por mais que se lave, em instantes está com um cheirinho novamente. E isso faz parte do sexo. O cheiro natural da pessoa deve ser delicioso para você. Se você não gosta do cheiro, não deveria estar transando.

Paralelamente, no sexo anal, se quem será penetrado tiver a higiene em dia, inclusive com a realização de enema (ou a famosa xuca), terá certamente menos cheiro que a vulva. Porque o ânus, o reto não têm cheiro, o que cheira são as fezes. Se não tiver fezes, não tem cheiro.

Portanto, sexo anal só é sujo se a pessoa não tiver higiene. Ponto.

Sexo anal pode afrouxar o ânus – Mentira!

Assim como o mito de que a vagina fica irreparavelmente afrouxada depois de um parto normal, a ideia de que o ânus fica frouxo com sexo anal convencional é mentira.

Correram boatos no final dos anos 70 que homens que se engajaram em muita atividade sexual anal  perderam o controle dos esfíncters anais. Porém, a pratica regular e saudável de sexo anal não levará a esse resultado de forma alguma.

Com sexo anal realizado regularmente, o ânus se acostuma a ficar mais relaxado, mas muito disso tem a ver com sua capacidade mental de relaxar e não das estruturas anais estarem mais frouxas.  Se a vagina acomoda grande variedade e tamanho de pênis, o ânus  também.

Esteja certa(o).

 

3 mentiras sobre o sexo anal em que muita gente ainda acredita Moda e Estilo Sexo e Relacionamento

 

A verdade

Sexo anal aumenta o risco de contrair IST – Verdade!

Sim, um estudo realizado pela American Public Health Association, constatou que a incidência de IST (infecções sexualmente transmissíveis) em mulheres que praticam sexo anal desprotegido é 2,6% maior que nas que não praticam sexo anal de forma alguma.

As mucosas do ânus e do reto tem uma grande capacidade de absorção, o que pode influenciar aumentando a possibilidade de infecções.

Mas lembro aqui: Tratam-se de relações sexuais anais desprotegidas. Sem preservativo.

O uso e preservativo derruba incrivelmente a incidência de IST relacionadas a sexo anal.

Então! Sempre. Sempre. Use camisinha!

 

Sobre o autor

Tony Carvalho

Livre.
Também blogueiro, funcionário público, produtor de conteúdo, investidor, perfumólatra e gateiro.

Deixe seu comentário!